quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Exercícios:gametogênese-fecundação-embriologia

1- (Unir-RO) Comparando-se a ovulogênese (I) com a espermatogênese (II), todas as alternativas são corretas, exceto:

a) Nos dois processos ocorre meiose.
b) Ambos são importantes para manter constante o número de cromossomos típicos de cada espécie.
c) I ocorre nos ovários e II nos testículos.
d) Há maior produção de gametas em II do que em I.
e) Em I e II as células formadas são diploides.

2- (UFMA) Com relação à gametogênese humana, é correto afirmar que:

a) cada ovócito I produz quatro ovócitos II.
b) ovogônias e ovócitos primários são formados durante toda a vida da mulher.
c) espermatogônias são formadas apenas durante a vida intrauterina.
d) a ovulogênese só é concluída se o ovócito II for fecundado.
e) cada espermatócito I produz um espermatozoide.

3- (Fuvest-SP) Com relação à gametogênese humana, a quantidade de DNA

I- do óvulo é a metade da presente na ovogônia.
II- da ovogônia equivale à presente na espermatogônia.
III- da espermatogônia é a metade da presente no zigoto.
IV- do 2º glóbulo polar é a mesma presente no zigoto.
V- da espermatogônia é o dobro da presente na espermátide.

São afirmativas corretas apenas

a) I e II                     b) IV e V                    c) I, II e V                   d) II, III e IV                  e) III, IV e V

      4- (Cefet-PR) Na espécie humana, durante a espermatogênese, processo de formação dos espermatozoides, ocorrem sucessivas divisões celulares, nas quais observa-se basicamente quatro períodos: germinativo, crescimento, maturação e diferenciação, respectivamente. Quantos são os números de cromossomos resultantes destes períodos?

       a) 46, 46, 23 e 23.                             d) 46, 46, 46 e 23.
       b) 23, 23, 23 e 46.                             e) 23, 23, 46 e 46.
 c) 46, 23, 23 e 23.

      5- (UFPR) Analisando o processo de gametogênese em mamíferos, é correto afirmar que:
                  01.O gameta feminino é uma célula grande e imóvel cujo citoplasma aumenta muito durante o processo de formação.
                  02.Na formação dos espermatozoides, ocorre uma etapa de diferenciação celular após a divisão meiótica.
            04.Após a divisão meiótica, de cada ovogônia originam-se quatro ovócitos idênticos.
                  08.O processo de ovulogênese ocorre em etapas, permanecendo os ovócitos I em estágio inicial da meiose durante grande   parte da vida da mulher.
           16.De cada espermatogônia que inicia o processo de espermatogênese, formam-se oito espermatozoides.
           32.Espermatogônias e espermátides são células haplóides resultantes de etapas do processo de espermatogênese.
                  64.O número diplóide característico da espécie só é reconstituído no momento da fecundação, quando se forma o zigoto.

Dê como resposta a soma dos números associados às proposições corretas.

a) 75                b) 91            c) 48             d) 71             e)70

6- (FEPA) Nos ovários da mulher recém-nascida encontramos:

a) ovótides evoluindo para óvulos.
b) ovócitos secundários transformando-se em ovótides.
c) ovogônias transformando-se em ovócitos primários.
d) ovogônias e meiose.
     e) ovócitos primários em meiose interrompida.

7- (PUC-MG) Uma espermatogônia, no final da divisão I da meiose, apresentará células:

a) diploides.
b) gaméticas.
c) somáticas.
d) meristemáticas.
     e) haploides.

8- O esquema abaixo representa uma gástrula jovem.
            

                   
       Se a região indicada pela seta se diferenciar em boca, pode-se afirmar que o embrião em desenvolvimento não pertence ao grupo dos:

                

a) platelmintos.                                    d) artrópodos .

b) anelídeos.                                         e) cordados .

c) moluscos.

9- (MACK-SP) Durante o desenvolvimento embrionário de vários vertebrados, observamos nitidamente algumas fases, caracterizadas pelo aparecimento de determinadas estruturas. A sequência correta dessas fases está representada na alternativa:



a) mórula - blástula - gástrula - nêurula.

b) mórula - blástula - nêurula - gástrula.

c) blástula - mórula - gástrula - nêurula.

d) mórula - gástrula - blástula - nêurula. 

e) blástula - mórula - nêurula - gástrula.

10- (UFMG) Observe a figura:


   Essa figura representa uma das fases iniciais do desenvolvimento embrionário de um cordado. Todas as estruturas indicadas estão presentes nessa fase, exceto:


               

a) arquêntero.                     d) celoma.

b) blastocele.                       e) endoderme.

c) blastóporo

11- (UFPR) Fase do desenvolvimento embrionário caracterizada pelo estabelecimento dos três folhetos germinativos (ectoderme, mesoderme e endoderme) e por intensos movimentos morfogenéticos:



a) clivagem                          d) fecundação

b) morfogênese                  e) apoptose

c) gastrulação



12- (Fuvest) Com relação à gametogênese humana, a quantidade de DNA



                I- do óvulo é a metade da presente na ovogônia.

                II- da ovogônia equivale à presente na espermatogônia.

                III- da espermatogônia é a metade da presente no zigoto.

                IV- do segundo glóbulo polar é a mesma presente no zigoto.

                V- da espermatogônia é o dobro da presente na espermátide.



São afirmativas corretas apenas:


a) I e II                    d) II, III e IV
b) IV e V                 e) III, IV e V
c) I, II e V


13- (UFPR-modificado) “As células-tronco conhecidas há mais tempo são as embrionárias, que aos poucos, com o desenvolvimento do embrião, produzem todas as demais células de um organismo. As células-tronco embrionárias são estudadas desde o século XIX, mas só há 20 anos dois grupos independentes de pesquisadores conseguiram imortalizá-las, ou seja, cultivá-las indefinidamente em laboratório. Para isso, utilizaram células retiradas da massa celular interna de blastocisto (um dos estágios iniciais dos embriões de mamíferos) de camundongos.” (CARVALHO, Antônio Carlos Campos de. Células-tronco. A Medicina do Futuro. “Ciência Hoje”, 2001, vol.29, n.172 p.28)

                O estágio inicial a que o texto se refere é o final da clivagem. Sobre o assunto, é correto afirmar:

(01) A clivagem caracteriza-se por uma sequência de divisões celulares, que finalizam com o aparecimento da blástula.

(02) Ao final da clivagem o embrião apresenta-se como uma blástula.

(04) Na natureza, conservou-se um padrão único de clivagem para todos os tipos de ovos.

(08) A blástula apresenta um espaço denominado de blastocele.

(16) Ovos com uma quantidade muito grande de vitelo sofrem divisões parciais ou meroblásticas durante a clivagem.

                A soma das afirmativas verdadeiras é:


a) 07                  b) 13                c) 19          d) 24           e) 27 


14- (UFPR-modificado)) Na questão adiante, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Na fecundação ocorrem fenômenos de grande importância. Um deles é a ativação do ovo, fenômeno esse que desencadeia as divisões mitóticas de segmentação. Observe a segmentação de dois tipos de ovos representados a seguir e selecione as alternativas corretas.


 
(01) A sequência nº1 representa o tipo de segmentação holoblástica ou total, igual, típica de ovos com pouco vitelo uniformemente distribuído.

(02) A sequência nº2 representa o tipo de segmentação holoblástica ou total, desigual. Nela o zigoto tem um polo animal (PA) com pouco vitelo e um polo vegetativo (PV) onde se concentra o vitelo.

(04) A segmentação representada na sequência nº2 é típica de ovos heterolécitos, devido ao modo como o vitelo está distribuído, tendo micrômeros no PA e macrômeros no PV.

(08) O tipo de segmentação depende não só da quantidade de vitelo como da sua distribuição. Também o tipo da blastocele depende do vitelo: ao final da segmentação apresentada na sequência nº1 temos uma blastocele central; ao final da segmentação apresentada na sequência nº2 temos uma blastocele excêntrica.

(16) O tipo de segmentação da sequência nº2 é meroblástica discoidal, típica de ovos com grande quantidade de vitelo. Ela ocorre nos ovos de aves.

(32) No processo de segmentação, o ovo sofre várias divisões mitóticas, aumentando o número de células (blastômeros) sem que haja aumento do volume total do conjunto.



A soma das afirmativas verdadeiras é:



a) 56              b) 55            c) 50          d) 47         e) 48

15- (UFV) Com relação ao óvulo centrolécito, é CORRETO afirmar que suas características são:

a) vitelo abundante ocupando quase toda a célula, com citoplasma e núcleo reduzidos à cicatrícula.
b) ausência ou uma quantidade mínima de vitelo homogeneamente distribuído por toda a célula.
c) presença de vitelo misturado com citoplasma no pólo vegetativo.
d) ausência de vitelo, mas apresentando zona pelúcida e corona radiata.
e) vitelo na região mediana da célula, com a maior parte do citoplasma localizado na periferia e uma pequena parte envolvendo o núcleo central.

16- (PUCcamp) No desenvolvimento embrionário de um ovo de galinha, formam-se blastômeros

a) apenas na camada superficial.
b) apenas no disco germinativo.
c) iguais em toda a gema.
d) maiores no polo vegetativo e menores no polo animal.
e) maiores no polo animal e menores no polo vegetativo.

17- (PUCcamp) A figura a seguir mostra uma blástula.

O mais provável é que ela tenha se formado a partir de um ovo

a) telolécito.
b) centrolécito.
c) heterolécito.
d) mediolécito.
e) oligolécito.

18-(Unesp) Considere os esquemas, numerados de 1 a 6, que mostram os diferentes estágios que ocorrem durante o processo de clivagem. Observe que eles não estão na sequência correta de acontecimentos. 
Em qual alternativa o desenvolvimento embrionário está em ordem sequencial totalmente correta?



a) 3 - 6 - 1 - 4 - 5 - 2.
b) 5 - 3 - 1 - 4 - 6 - 2.
c) 3 - 5 - 2 - 1 - 6 - 4.
d) 1 - 3 - 5 - 6 - 4 - 2.
e) 3 - 1 - 5 - 2 - 6 - 4.

19- (PUCcam) Qual das afirmações a seguir, relativas a diferentes tipos de ovos, é verdadeira?

a) Os ovos da maioria dos mamíferos são pobres em vitelo.
b) Ovos com muito vitelo no centro têm segmentação discoidal.
c) Ovos oligolécitos têm segmentação parcial.
d) Os ovos da maioria dos artrópodes são oligolécitos.
e) Ovos com muito vitelo no polo vegetativo têm segmentação total.

20- (UFRGS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto a seguir. Nos animais, a clivagem varia conforme a quantidade de vitelo. Em .................... a clivagem é total, pois eles apresentam ovos ...................... . Por outro lado, em ........................ a clivagem é parcial, pois seus ovos são ........................ .

a) répteis - heterolécitos - equinodermos - centrolécitos
b) mamíferos - telolécitos - peixes - oligolécitos
c) répteis - oligolécitos - equinodermos - telolécitos
d) mamíferos - oligolécitos - peixes - telolécitos
e) equinodermos - telolécitos - mamíferos – oligolécitos

21- (Unirio) Analisando as características do desenvolvimento embrionário de um determinado animal, um aluno podenotar a presença de:

I- óvulo com grande quantidade de vitelo e segmentação parcial;
II - embrião com âmnio, saco vitelínico, alantóide e córion.
          O animal observado foi um(a):


a) rato.                                  d) mosca.
b) peixe.                                e) ema.
c) sapo.

22- (UFV) A figura a seguir representa uma das fases do desenvolvimento embrionário de um certo organismo. 
Assinale a alternativa que contém, respectivamente, o TIPO e a FORMA DE CLIVAGEM deste ovo:

a) alécito; holoblástica igual.
b) heterolécito; holoblástica desigual.
c) heterolécito; meroblástica desigual.
d) telolécito; meroblástica discoidal.
e) centrolécito; meroblástica superficial.

23- (UFV) A ectoderme da nêurula é responsável pela formação de:


a) notocorda, que será depois substituída pela coluna vertebral.
b) encéfalo e medula raquiana, através do tubo neural.
c) todo o tubo digestivo, a partir do arquêntero.
d) celoma, que será delimitado pela mesoderme.
e) mesênquima, que originará os tecidos conjuntivos e musculares.

24- (Cesgranrio) Em relação a um embrião de anfioxo esquematizado adiante assinale a opção em que NÃO há correspondência entre a estrutura e o que ela origina.
 
a) endoderma - fígado.

b) mesoderma - músculos lisos.
c) ectoderma - tubo digestivo.
d) notocorda - eixo de sustentação.
e) tubo neural - sistema nervoso.

25- (Cesgranrio) Nos vertebrados, derme, pulmão e cérebro são, respectivamente, de origem:


a) mesodérmica. endodérmica e ectodérmica.
b) ectodérmica, endodérmica e mesodérmica.
c) mesodérmica, ectodérmica e endodérmica.
d) endodérmica, ectodérmica e mesodérmica.
e) ectodérmica, mesodérmica e endodérmica.

26- (Cesgranrio) Na embriogênese, a partir dos três folhetos iniciais, vão surgindo por diferenciação celular, os tecidos embrionários e destes, resultarão os tecidos definitivos, que formarão os órgãos e todas as partes do corpo. Assinale a opção que associa corretamente a estrutura presente em vertebrados e o folheto embrionário que lhe deu origem.

a) Ectoderma - sistema nervoso, Mesoderma - tecido conjuntivo, Endoderma - pulmões
b) Ectoderma - músculos, Mesoderma - pâncreas, Endoderma - epiderme
c) Ectoderma - sistema urinário, Mesoderma - bexiga, Endoderma - músculos
d) Ectoderma - pulmões, Mesoderma - sistema urinário, Endoderma - sistema nervoso
e) Ectoderma - tecido conjuntivo, Mesoderma - epiderme, Endoderma – pâncreas



27- (UFRGS-modificado)) Qual dentre as estruturas dos embriões de vertebrados, a seguir, NÃO tem origem na camada germinativa mesodérmica?


a) Músculo.                           d) Sangue.
b) Cérebro.                            e) Rim.
c) Esqueleto.



28- (PUCMG) A origem embrionária da pele humana é:

a) ectodérmica e mesodérmica.
b) ectodérmica e endodérmica.
c) mesodérmica e endodérmica.
d) somente ectodérmica.
e) somente mesodérmica.



29- (Unirio) Uma mulher grávida sofre irradiação com raios-X. No momento da irradiação, o embrião estava sob a forma de gástrula, e somente as células da ectoderme foram atingidas. Poderão sofrer mutação os tecidos:



a) nervoso, conjuntivo e epiderme.
b) nervoso e do aparelho circulatório.
c) nervoso, de revestimento da boca, nariz e ânus e epiderme.
d) conjuntivo, do aparelho urinário e muscular.
e) de revestimento do tubo digestivo, urinário e reprodutivo.



30- (PUCMG) O fenômeno que caracteriza o início do processo de neurulação nos cordados é a:


a) formação do arquêntero.
b) cavitação da mórula.
c) formação do blastóporo.
d) formação da notocorda.
e) formação da placa neural.
31- (UFV) Observe o esquema do embrião de um cordado, em corte transversal, e analise as afirmativas seguintes.

I - A letra D representa a endoderme.
II - Os pulmões originam-se a partir do folheto C.
III - O folheto indicado por B dá origem ao cérebro.
IV - O coração forma-se a partir do folheto indicado pela letra A.
V -Alterações no folheto D não podem afetar as glândulas do tubo digestivo.
Assinale a alternativa que contém apenas afirmativas VERDADEIRAS:

a) I, II e III.                       d) II e III.
b) I, III e IV.                     e) IV e V.
c) III, IV e V.

32- (UFRGS) Os folhetos embrionário através de processos de desenvolvimento e diferenciação darão origem a diferentes estruturas nos indivíduos adultos. Considere as afirmações abaixo relacionadas ao desenvolvimento embriológico.

I- A ectoderme origina a medula espinhal.
II- A mesoderme origina o tecido muscular e ósseo.
III- A endoderme origina o tecido urogenital.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.                          d) Apenas II e III.
b) Apenas I e II.                   e) I, II e III.
c) Apenas I e III.



33- (UFRGS) O esquema a seguir representa um corte transversal de um animal, mostrando os três folhetos embrionários básicos.
Considere as seguintes afirmativas, a partir do esquema:

I - O animal é um celomado.
II - Os rins originam-se do mesoderma; folheto embrionário indicado pelo nº 3.
III - O tubo neural, que formará o sistema nervoso, origina-se do ectoderma; folheto embrionário indicado pelo nº 1.


Quais estão corretas?

a) Apenas I                        d) Apenas II e III
b) Apenas II                       e) I, II e III
c) Apenas III


34- (Fuvest) Qual das estruturas abaixo é a melhor explicação para a expansão e domínio dos répteis durante a era mesozóica, incluindo o aparecimento dos dinossauros e sua ampla distribuição em diversos nichos do ambiente terrestre?

a) prolongado cuidado com a prole, garantindo proteção contra os predadores naturais;
b) aparecimento de ovo com casca, capaz de evitar o dessecamento;
c) vantagens sobre os anfíbios na competição pelo alimento;
d) extinção dos predadores naturais e consequente explosão populacional;
e) abundância de alimento nos ambientes aquáticos abandonados pelos anfíbios.



35- (UFPEL) Nem todas as estruturas geradas durante o desenvolvimento embrionário dos vertebrados farão parte do seu corpo, como, por exemplo, os anexos embrionários. Essas estruturas estão presentes em alguns peixes, répteis, aves e mamíferos, sendo originadas dos folhetos germinativos. Os anexos embrionários não são mantidos por toda a vida dos seres vivos, mas são fundamentais para o desenvolvimento do embrião. Por exemplo, eles fornecem uma reserva nutritiva ou proteção mecânica ao embrião em formação. Dependendo do animal, considerando principalmente seu modo de vida, cada anexo tem um nível de importância. Assinale a alternativa correta.

a) A vesícula vitelina é bem desenvolvida nos peixes, répteis e aves, ao contrário da maioria dos mamíferos.

b) Na maioria dos mamíferos, o alantoide tem a função de armazenar excretas nitrogenadas, pois estas são muito tóxicas para o embrião.

c) A vesícula vitelina dos vertebrados contém, no seu interior, o vitelo, uma substância líquida cuja principal função é proteger o embrião contra choques mecânicos.

d) O âmnio é uma membrana que delimita a cavidade amniótica e está presente em todos os vertebrados.

e) A notocorda é um anexo embrionário presente apenas nos vertebrados cordados.

36- (PUC-SP) A partir de um ovo telolécito, está-se apresentando, no esquema a seguir, o desenvolvimento de um animal vertebrado.


Os anexos embrionários representados por 1, 2 e 3 correspondem, respectivamente, a:

a) alantoide, saco vitelino e âmnio.

b) âmnio, alantoide e saco vitelino.

c) cório, saco vitelino e alantoide.

d) saco vitelino, alantoide e cório.

e) âmnio, saco vitelino e alantoide.

37- (FGV-SP) Se houver problemas no desenvolvimento embrionário do mesoderma de um mamífero, este poderá apresentar posteriormente defeitos em quais dos seguintes três órgãos ou tecidos?



a) Tecido conjuntivo, sistema nervoso, esqueleto.

b) Esqueleto, epitélio do tubo digestivo, glândulas de epiderme.

c) Esqueleto, musculatura, tecido conjuntivo.

e) Epiderme, tecido conjuntivo, musculatura.

e) Epitélio do tubo digestivo, sistema nervoso, tecido conjuntivo.



38- (Vunesp) O alantóide é um anexo embrionário cujo desenvolvimento ocorre a partir do:



a) aparelho respiratório.

b) trato digestivo.

c) sistema excretor.

d) sistema nervoso.

e) aparelho reprodutor.

39- (OSEC) Os esquemas a seguir apresentam o embrião humano e o de galinha, mostrando estruturas equivalentes, indicadas por setas. O alantóide, o embrião, o âmnion, o saco vitelino, a cavidade amniótica com o líquido amniótico, estão apontados, respectivamente, pelas setas:
a) 1, 2, 3, 4, 5

b) 1, 2, 4, 5, 3

c) 2, 3, 4, 1, 5

d) 1, 3, 4, 2, 5

e) 1, 4, 3, 5, 2

40- (PUC-SP) Um pesquisador, ao examinar ovos não identificados de determinado animal, anotou as seguintes observações:

1. presença de âmnio e de alantóide.

2. segmentação parcial.

3. presença de placa neural .

4. somitos de origem mesodérmica.

5. grande quantidade de vitelo.



De posse destes dados ele concluiu que os ovos examinados:



a) eram de répteis ou de anfíbios.                           d) não eram de répteis.

b) eram de répteis ou de aves.                                 e) não eram de aves.

c) eram de anfíbios ou de aves.

Obs.: para obter o gabarito de respostas entre no site www.escolapadrereus.com.br, “clic” em Downloads, em seguida em Carlos Biologia e acesse o documento Gabarito exercícios de Gametogênese (Blog).


Bibliografia 
AMABIS, J. Mariano & MARTHO, G. Rodrigues. Biologia I: Biologia das Células. 3ª ed. São Paulo: Editora Moderna. 2010. 368p.

BAILEY, F. R., COPENHAVER, W. M. at all. Bailey’s Text Book of Histology.Baltimore:The Williams & Wilkins Co.1978. 612p.



JUNQUEIRA,  L. C. & CARNEIRO, J. Noções Básicas de Histologia e Embriologia. 6ªed. São Paulo:Livraria Nobel. 1975.152p.



LINHARES, S., GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje. 1ªed. São Paulo: Editora Ática. 2011.362p.


Sites 


segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Embriologia


           Embriologia é a parte da biologia que estuda a formação do zigoto e seu desenvolvimento até se transformar num organismo completo.
                Podemos dividir esse estudo nos seguintes tópicos: 

ØTipos de ovos
Ø Segmentação ou clivagem
Ø Gastrulação
Ø Neurulação
Ø Organogênese
Ø Anexos embrionários

TIPOS DE OVOS
          Os ovos são classificados em função da quantidade e distribuição de vitelo. O vitelo é o material nutritivo que será usado pelo embrião durante o seu desenvolvimento.

Oligolécito ou isolécito: possui pouco vitelo, distribuído homogeneamente no citoplasma. Ocorre em poríferos, cnidários, equinodermos, cefalocordados e mamíferos.

Heterolécito: apresenta maior quantidade de vitelo, distribuído de maneira heterogênea no citoplasma. Devido a esse fato formam-se dois polos no ovo; o polo animal, com o núcleo e pouca quantidade de vitelo, e o polo vegetativo, com muito vitelo.  Esse tipo de ovo ocorre em vermes, moluscos e anfíbios.

Centrolécito: apresenta o vitelo concentrado na porção central do ovo, ao redor do núcleo. É característico dos artrópodes.

Telolécito ou megalécito: possui grande quantidade de vitelo, que ocupa quase todo o ovo. O núcleo e o citoplasma ficam restritos a uma área pequena (polo animal), formando o disco germinativo e, a maior parte do citoplasma é ocupada pelo vitelo. Esse tipo de ovo ocorre em alguns peixes, répteis e aves.


SEGMENTAÇÃO OU CLIVAGEM
        É o processo de divisão celular que ocorre no ovo, em que divisões mitóticas produzem células denominadas de blastômeros, até a formação da blástula. O tipo de segmentação é determinado pela quantidade e distribuição do vitelo. 
            A blástula dos mamíferos é denominada de blastocisto.

Segmentação holoblástica ou total
           Ocorre em ovos oligolécitos ou heterolécitos, podendo ser dividida em igual ou desigual.

Holoblástica igual: essa segmentação produz blastômeros iguais, isto é, do mesmo tamanho. Ocorre em ovos oligolécitos, podendo ser observada em equinodermos e mamíferos. Os blastômeros são as células resultantes das divisões iniciais do zigoto.
                Esse tipo de segmentação pode ser subdividido em radial, espiral, bilateral e rotacional. A rotacional ocorre em mamíferos.




 
                                                       
Holoblástica desigual: nesse tipo de segmentação se formam blastômeros desiguais, isto é, de tamanhos diferentes, denominados de micrômeros e macrômeros. Ocorre em todos os ovos heterolécitos e alguns oligolécitos. Pode ser observada em anfíbios e moluscos. 



Segmentação meroblástica ou parcial
           Ocorre em ovos telolécitos e centrolécitos, atingindo apenas uma parte do ovo. É dividida em discoidal e superficial.

Meroblástica discoidal: Ocorre nos ovos telolécitos, em que a segmentação só atinge o disco germinativo. É típica das aves.


 
Meroblástica superficial: é característica dos ovos centrolécitos. Nessa segmentação, o núcleo sofre várias divisões e os núcleos resultantes migram para a periferia da célula-ovo, formando uma camada multinucleada. Entre os núcleos surgem membranas divisórias, originando a blastoderme, que envolve o vitelo. Pode ser observada em insetos.



GASTRULAÇÃO
           É o processo de divisão celular que termina com a formação de uma estrutura denominada gástrula, que apresenta os folhetos germinativos, camadas celulares que darão origem às diversas estruturas do organismo.
           Normalmente estudamos o processo na embriogênese de anfioxo.

 
No início corre um achatamento do polo vegetativo da blástula, que gradualmente se invagina em direção ao polo animal. Com isso, a blastocele começa a desaparecer juntamente com o surgimento de uma nova cavidade, o arquêntero (intestino primitivo), que se comunica com o exterior através do blastóporo. Dessa maneira, a gástrula se acha constituída por duas camadas de células, a externa, denominada ectoderme, e a interna, endoderme.
Gástrula humana



NEURULAÇÃO
          É a fase de formação do tubo neural, estrutura que será responsável pela gênese do sistema nervoso. Como na gastrulação, estudamos o processo na embriogênese do anfioxo.

 
               A ectoderme do embrião situado na face dorsal, forma a placa neural, um agrupamento de células que se invaginam, formando a goteira neural e depois o tubo neural, enquanto a ectoderme se refaz. O tubo neural dará origem ao sistema nervoso central dos cordados. Juntamente com a formação do tubo neural ocorre o surgimento da mesoderme (terceiro folheto germinativo) e da notocorda, que dará origem à coluna vertebral dos cordados.
               O espaço situado na mesoderme origina o celoma, que é a cavidade geral do corpo.


              De acordo com as características embriológicas os animais podem ser classificados em: diblásticos ou triblásticos; protostômios ou deuterostômios; acelomados, celomados ou  pseudocelomados.

Diblásticos: são animais que apresentam dois folhetos germinativos (ectoderme e endoderme). Exemplos: poríferos e cnidários.


Triblásticos: são animais que apresentam os três folhetos germinativos (ectoderme, mesoderme e endoderme. Exemplos: todos os animais exceto poríferos e cnidários.


Protostômios: são animais em que o blastóporo evolui formando a boca. Exemplos: todos os animais exceto equinodermos e cordados.
Deuterostômios: são os animais em que o blastóporo evolui formando o ânus. 


Acelomados: animais que não possuem celoma. Exemplos: cnidários e platelmintes.

 
Pseudocelomados: animais em que a cavidade do corpo não é delimitada pela mesoderme. Exemplo: nematelmintes.


Celomados: animais em que a cavidade do corpo é delimitada pela mesoderme. Exemplos: todos os animais exceto cnidários, platelmintes e nematelmintes.

 
ORGANOGÊNESE
             Organogênese é o processo, através do qual, os três folhetos germinativos (ectoderme, mesoderme e endoderme) originarão todas as estruturas do corpo dos animais.





 Bibliografia
AMABIS, J. Mariano & MARTHO, G. Rodrigues. Biologia I: Biologia das Células. 3ª ed. São Paulo: Editora Moderna. 2010. 368p.
BAILEY, F. R., COPENHAVER, W. M. at all. Bailey’s Text Book of Histology.Baltimore:The Williams & Wilkins Co.1978. 612p.

JUNQUEIRA,  L. C. & CARNEIRO, J. Noções Básicas de Histologia e Embriologia. 6ªed. São Paulo:Livraria Nobel. 1975.152p.

LINHARES, S., GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje. 1ªed. São Paulo: Editora Ática. 2011.362p.

Sites